PhotoPro Cursos Online

Por que fiz uma foto subexposta?

Recentemente publiquei alguns “antes e depois” realizados no Adobe Camera Raw, com o intuito de apresentar o que este plugin fantástico é capaz. Um amigo comentou o seguinte: “Mas Érica, se você tivesse fotometrado corretamente, e a foto não saísse subexposta, não precisaria de tratamento”. Sim, isso é verdade. PORÉM, nem sempre podemos usar “a fotometria ideal”. Então hoje resolvi mostrar por que fiz uma foto subexposta.

 

Veja os fatos da foto abaixo:

 

1º A velocidade: Se você estiver fotografando algo em movimento, como crianças – que normalmente estão correndo, brincando – e precisa de uma velocidade que congele o momento, não poderá usar velocidades muito lentas. Por isso, 1/100s é a velocidade mais lenta que uso nesses casos.

 

2º A abertura: Uma lente 50mm 1.4 tem uma nitidez legal com sua abertura, em torno de 2 a 3 mais ou menos, sem contar que o risco de não focar corretamente com 1.4 é altíssimo! Posso garantir, a diferença de trabalhar usando 1.4 e 2.2 é grande!

 

3º O ISO: Como sabemos, quanto maior o ISO, maior o tamanho do grão. Com a latitude das câmeras de hoje em dia, nós temos um ruído muito menor se aumentarmos a exposição na pós, do que se fotografarmos com o ISO já elevado. Por isso, não me importo que precise – importante deixar bem claro: em casos extremos – deixar a foto levemente subexposta e depois clareá-la no Camera Raw, Lightroom ou Photoshop. Por isso, usei as configurações no EXIF abaixo, e usei a pós no ACR.

 

 

Lembrando: Temos que usar a pós como nossa ALIADA, e jamais fotografar de qualquer jeito, achando que “depois dá um jeitinho no Photoshop” – não é assim. Devemos fotografar já pensando na edição! Claro que isso tudo leva prática. Por isso, fotografe MUITO e estude ainda MAIS! E não apenas fotografe, mas analise suas fotos: observe e compare as configurações usadas, e aos poucos você vai compreendendo o que faz bem, o que não faz, e quais os melhores caminhos para uma foto boa.

 

Dicas de Fotografia - Exposição

Dicas de Fotografia - Exposição

 

Nikon D600 | Nikkor 50mm 1/100 | f 2.0 | ISO 800

 

Por que fiz uma foto subexposta?

 

Mais um exemplo:

Num ensaio com noivos após o casamento, fiz alguns testes de exposição. Na foto abaixo, aumentei a exposição no Lightroom em 3 f/stops. Reduzi o ruído e trabalhei sua nitidez no próprio Lightroom, além de outros ajustes de cores e ajustes localizados, e por fim, foi a foto escolhida para a capa do Fotolivro e de um quadro 40x30cm:

 

 

Dicas de Fotografia - Exposição

Dicas de Fotografia - Exposição

Nikon D600 | Lente 24-70mm, em 60mm | 1/60s | f 3.2 | ISO 400

Dicas de Fotografia - Exposição
Impressão de quadro 40x30cm

 

Dicas de Fotografia - Exposição

 

 

 

 

banner-tutoriais-camera-raw

 

 

Flash falhou?

Outra coisa muito comum: e quando o flash falha? Sabe aquele click perfeito, aquela expressão que você estava buscando, mas infelizmente o flash falhou? Em muitos casos, é possível recuperá-la, por que não?

 

Dicas de Fotografia - Exposição

Canon T2i, lente do kit 18-135mm, em 22mm | 1/100s | f 13 | ISO 100

 

 

 

lightroom-cc-erica-dalbello-banner

 

 

HDR e paisagens 

Para fotos de paisagens onde temos pôr do sol, por exemplo, eu gosto muito da técnica HDR, que proporciona uma imagem com muito mais latitude, informação e qualidade. (Confira nosso artigo sobre essa técnica caso não a conheça). Porém, caso não tenha sido possível criar o HDR, podemos recuperar fotos subexpostas, aparentemente perdidas à primeira vista. Veja alguns exemplos:

 

Por que fiz uma foto subexposta, Dicas de Fotografia - Exposição

Antes e depois: Canon T2i com lente do kit 18-135mm | 135mm | 1/160s | f 16 | ISO 100

 

Por que fiz uma foto subexposta, Dicas de Fotografia - Exposição

Antes e depois: Canon T2i com lente do kit 18-135mm | 21mm | 1/160s | f 13 | ISO 400

 

Dicas de Fotografia - Exposição

Por que fiz uma foto subexposta, Dicas de Fotografia - Exposição

Antes e depois: Canon T2i com lente do kit 18-135mm | 50mm | 1/100s | f 10 | ISO 400

Por que fiz uma foto subexposta, Dicas de Fotografia - Exposição

 

 

Algumas observações: em momento algum devemos fotografar sem pensar! A fotografia é uma arte onde dominar a técnica é algo fundamental e essencial, e devemos fazer o melhor possível na câmera para ter sempre a melhor qualidade, e apenas depois complementar na pós-produção, sempre analisando o que nos fará tomar menos tempo de trabalho, pois tempo é dinheiro! Por exemplo: é amplamente mais rápido e fácil passar uma roupa amassada antes da foto, do que consertá-la no Photoshop, porém, é melhor uma foto subexposta, do que uma foto tremida. O intuito neste artigo é mostrar como estes softwares podem ajudar em seu fluxo de trabalho.

 

Curtiu o tutorial Por que fiz uma foto subexposta? Para aprender mais, confira nossa coletânea de dicas de fotografia para iniciantes:

 

Por que fiz uma foto subexposta, 35 dicas de fotografia para iniciantes

 

 

Um grande abraço,

 

Erica Dal Bello

 

 

Deixe sua mensagem

©Copyright - Todas as marcas utilizadas neste site são propriedade a seus respectivos fabricantes. Telefone: (0xx11) 4013-7979 - E-mail