Entrevista com Rafael Falconi, por Alexandre Keese

O projeto Muito Prazer entrevista hoje Rafael Falconi, palestrante do Photoshop Conference 2020 e um mega especialista em Matte Paint. Falconi contou para Alexandre Keese como começou na carreira, sua trajetória na TV Globo, seus fantásticos projetos atuais e como ele busca por inspirações para realizar os projetos mais fantásticos.

Confira a entrevista completa:

Qual a sua história com o Photoshop?

Antes de mais nada, muito obrigado pelo convite! Meu primeiro contato com arte digital usando Photoshop começou na Escola de Belas Artes do RJ em 2003, onde cursei Design Gráfico e tive uma aula usando o Photoshop. A professora Ísis Braga deixou os alunos bem livres para explorarem o software.

Fora isso e uma ou outra disciplina que envolvia 3D usando o Autocad e o Rhino, todo o ensino era tradicional e não haviam máquinas para produzir conteúdo e fazer os exercícios na faculdade… então precisávamos fazer tudo em casa.

Meu interesse sempre foi em aprender a ilustrar narrativas visuais. Saber desenhar e pintar bem, tanto no tradicional quanto no digital. A tablet que eu tinha na época era muito fraca comparada com as de hoje, mas serviu pra quebrar o gelo nos primeiros estudos.

De lá pra cá, evoluí bastante durante 4 anos nos Efeitos Visuais da TV Globo, criando Matte Paintings (cenários digitais fotorrealistas, extensão de Sets de filmagens etc), pinturas digitais, criando panorâmicas, pintando texturas para 3D, criando ilustrações… quase tudo começava no Photoshop.

Depois da Globo, passei pela Platinum FMD, incrível estúdio de Foto-Manipulação Digital, onde pude avançar ainda mais meu nível técnico e percepção fotorrealista. O contato direto com profissionais de olho apurado para luz e bom gosto artístico, voltado pro mercado de Publicidade, foi um divisor de águas pra mim. O nível de exigência em cada imagem era mais elevado do que na Globo e o prazo um pouco maior, então eu uni a agilidade dos processos para TV com o alto nível de detalhe em Stills da Platinum.

Desde então, sou freelancer home-office há mais de 5 anos, tendo clientes como Netflix, Adidas, Audi, Nissan, Honda, Mitsubishi e Discovery Channel, e fazendo parcerias com agências e estúdios premiados, como a Zombie, Vetor Zero, Platinum FMD, Yellow Mello, Boreal, Nuts, Phos e Veil. Tive diversos trabalhos publicados na Revista Archive, 200 Best Digital Artists, Bronze em 2016 no One Eyeland Photography com as casinhas cronômetros. Duas experiências incríveis também foram participar do Unhide Conference em 2018 no Wacom Battle e em 2019 numa Live Painting e no Beer Talk.

 Qual sua ferramenta ou técnica preferida?

Eu vejo o Photoshop como um conjunto de ferramentas que me ajudam a chegar no resultado que eu preciso ou quero. Nunca pensei em uma ou outra favorita, tento seguir um processo de trabalho que simula uma pintura tradicional, do céu pro primeiro plano. Pensando agora, talvez o Clone Stamp, por ser uma que eu uso bastante pra integrar paisagens e manter uma ambientação realista.

Uma dica para quem está começando ou alguma inspiração, projeto ou algo que o motiva.

Minha dica é experimentar a Mentoria Artística do Rafael Falconi em www.rafaelfalconi.com/mentoria, meu novo projeto de vida que comecei exatamente 1 mês antes do Corona chegar e me dá motivação pra encarar esse 2020 sabendo que posso ajudar os artistas que querem aprender Photoshop e todas as técnicas que são usadas pelos grandes estúdios.

Conto a minha realidade de freela, desde a emissão de uma invoice e captação de clientes, até orçar projetos em inglês. Também simulo a realidade de um projeto de estúdio, na mentoria. Ajudo na concepção, participo da pesquisa, acompanho o artista até a finalização do projeto de Portfólio.

Participei de projetos super desafiadores, aprendi muito com vários profissionais ao longo da minha trajetória, e sou grato a todos eles, pelos puxões de orelha e pela confiança de depositar, mesmo que remotamente, os cenários e a finalização dos projetos na minha mão. Hoje, além de continuar como freelancer, ingressei como mentor online de artistas em busca de mais qualidade artística e técnica, usando o Photoshop.

Ensino Matte Painting, Concept e Pós-produção focado no Photoshop, com feedback gravado em vídeo e PSD revisado. É raro um acompanhamento desses e em Português. Sei porque eu sempre quis algo assim, online, e nunca tive. Os profissionais que trabalham fixos normalmente fazem cursos ou workshops, mas não passa disso.

Sempre me inspirei em grandes mestres de Arte tradicional do passado, como Da Vinci em pintura e Bernini como escultor, e artistas contemporâneos como o Dylan Cole e o David Luong da Blizzard (que foi meu professor de Matte Painting online). Produções da WETA sempre me impressionam e merecem aquela ida ao cinema pra apreciar todos detalhes. Alguns filmes que deram brilho nos olhos quando criança e adolescente, foram História Sem Fim, Senhor dos Anéis e Avatar. As animações do Studio Ghibli e da Pixar também são incríveis inspirações.

Hoje compartilho o conhecimento e meu crescimento também é ver a evolução nos alunos. Dar autonomia no aprendizado, e ajudar a elevar a qualidade no mercado de trabalho brasileiro. E nos vemos no Photoshop Conference 2020! Abraço do Bruxo do Matte Paint.

Projeto Muito Prazer

O projeto Muito Prazer é uma iniciativa do instrutor Alexandre Keese para mostrar e celebrar os talentos brasileiros em edição de imagens, fotografia, ilustração, design e tudo que faz parte do nosso mundo com o Photoshop e aplicativos da Adobe Creative Cloud.

Fique ligado nos nossos próximos entrevistados e, se você tiver indicações, fala com a gente!

Siga Rafael Falconi  nas redes sociais:

Instagram: rafaelfalconiartist

Behance: Rafael Falconi 

05/06/2020

0 responses on "Entrevista com Rafael Falconi, por Alexandre Keese"

Deixe sua mensagem

©Copyright - Todas as marcas utilizadas neste site são propriedade a seus respectivos fabricantes. Telefone: (0xx11) 4013-7979 - E-mail
Open chat
Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?