PhotoPro Cursos Online

Entrevista Photoshop Conference – Tales Henn

São mais de 20 anos de experiência no mercado que fizeram de Tales Henn um profissional respeitado no segmento. Retocador digital, Henn vai mostrar toda sua habilidade em pós-produção nas áreas de moda, beleza, retratos e book no Photoshop Conference 2017.  A palestra “Estrutura do Retoque de Pele e Principais Técnicas” acontece no dia 24 de maio, às 10h30. Confira a programação completa aqui!

Em entrevista ao Grupo PhotoPro, Tales Henn destacou como o Photoshop faz parte de sua trajetória profissional, fala do mercado atual e compartilha importantes dicas aos profissionais criativos. Confira:

Qual a importância de um evento como Photoshop Conference para o mercado?

A importância se dá pelo fato que um evento deste porte permite uma conexão direta com pessoas de várias partes do país com um único objetivo: construir a imagem digital perfeita. Isso independente do meio que atua ou sua visão de imagem perfeita, já que isso é algo bastante conceitual. São 3 dias de imersão total messe mundo digital, é um momento para aprender e ampliar sua visão sobre mercado, fotografia, edição e networking.

Como o Photoshop entrou na sua vida e qual a importância do aplicativo no seu fluxo de trabalho?

Atuei por mais de 20 anos no setor gráfico, como designer, diagramador e arte finalista e ali o Photoshop entrou como a ferramenta ideal para correção de imagens para a impressão em offset. Após alguns anos, com o advento da internet, passei a prestar serviços como web designer por 10 anos, e novamente o Photoshop foi a principal ferramenta para criação de layouts e composites.

Por necessidade de atender os clientes de forma mais completa, entrei na fotografia e ali foram 5 anos como fotógrafo de produtos e gastronomia, onde o Photoshop se mostrou um poderoso facilitador da qualidade dos arquivos de imagem que eu produzia.

Hoje como Retocador Digital, trabalho 100% no Photoshop para edição de imagens. Com base no meu histórico, pode-se visualizar claramente que o Photoshop foi e continua sendo a ferramenta que propicia minha carreira no mundo digital. Usuário desde a versão 7, lá se vão 15 anos. Se me perguntarem com o que trabalho, não estaria errado dizer com Photoshop, afinal isso engloba muita coisa.

Qual a ferramenta que você considera fundamental no Photoshop?

Curvas, definitivamente. A base de um retoque perfeito de alta gama (high end retouch) é o micro dodge and burn feita pintando diretamente nas máscaras das camadas de ajuste curvas, pixel a pixel criando não só um retoque perfeito mas uma máscara linda.

O mercado de moda usa muito os serviços de um retocador digital. O que é necessário para se tornar um retocador neste segmento?

No que diz respeito ao tratamento em si, é necessário dominar técnicas no Photoshop de correção de cor e textura de pele de maneira que a estética e forma dos modelos nas imagens sejam preservadas.

No entanto, em editoriais de moda há uma liberdade maior no que tange cor. Nesse caso, ter bom gosto e senso estético é fundamental; isso aliado ao conhecimento pelo menos básico da teoria das cores. De maneira geral, o domínio de boa gama das ferramentas do Photoshop é indispensável para que haja criatividade técnica no momento de solucionar problemas dos mais variados que existirão nas imagens.

san_7533

Como está o atual mercado de moda para um retocador?

Cada vez mais promissor e carente, mas não só em moda. Com a popularização da fotografia, inclusive como segunda fonte de renda para pessoas que já têm uma careira em outra profissão, somada à relativa facilidade de acesso a equipamentos fotográficos, o mercado hoje está repleto de fotógrafos iniciantes que precisam corrigir problemas comuns nas suas imagens, mas que por falta de conhecimento nas ferramentas de edição ou porque prefere apenas fotografar, abre um mercado enorme para retocadores.

É relativamente fácil entrar nesse mercado pois há demanda. Porém, esse início nem sempre é glamuroso e a permanência nele exige persistência, resiliência, constante estudo e aprimoramentos de técnicas visando melhorar a qualidade do retoque e assim subir degraus no mercado. Lembrando que retoque para moda nem sempre são aqueles trabalhos que vemos em revista. O mercado hoje é muito segmentado e há uma potência nas pequenas botiques, lojas de comércio local e e-commerce que precisam constantemente repor suas imagens de divulgação.

O mercado da moda e da publicidade dependem muito dos serviços de um retocador digital. Sabemos que às vezes ocorrem alguns erros que o público não perdoa. Quais são as medidas de precaução para evitar estes problemas?

Quando se trabalha com volumes maiores de imagens e prazo apertado, é natural que algum erro surja. Ter alguém responsável para revisar cada imagem preferencialmente tendo um check list já com base no briefing do cliente pode evitar que um erro passe despercebido. Outra solução é segmentar o processo de edição por etapas (limpeza, ajustes de cor, recortes, montagens, etc.) e a cada etapa concluída revisar em busca de erros antes de dar seguimento na edição.

Pausas regulares (hora em hora) para descanso e alongamento ajudam a ter mais atenção, pois o cansaço causa desatenção.

Qual a principal diferença que você sente em trabalhar com o mercado de moda e de publicidade?

A diferença para mim está mais relacionada ao porte dos clientes do que ao nicho. Uma vez que se trabalha voltado ao público comercial/publicitário de porte maior, não há margem para informalidade no momento de falar de negócios. É necessário ser objetivo e buscar o máximo de informação com o cliente sobre o que será executado para evitar problemas com retrabalho, prazo, orçamento errado, etc. Tudo é formalizado e documentado. Este mercado comercial não aceita deslizes e quanto maior for o cliente, menor será a tolerância aos erros, pois substituir o retocador é fácil para eles, afinal quem não quer trabalhar para grandes marcas?

A diferença, por outro lado, trabalhando com clientes menores, seja comercial ou fotógrafos de estúdio de retratos por exemplo é que eles fidelizam mais, são mais parceiros e não geram tanta pressão. Naturalmente a qualidade do portfólio gerado costuma cair se comparado ao de alguém que só trabalha para publicidade ou moda.

São mercados fantásticos e muito diferentes, financeiramente inclusive, mas é gratificante de qualquer forma desde que sinta que pertence ao nicho que escolheu para atuar.

img_0088sem-brilho

Como retocador digital, quais os cuidados que você toma para realizar um tratamento de pele eficiente sem “descaracterizar” os traços das modelos?

A observação preliminar de cada imagem é importantíssima para a familiarização com os traços dos modelos. Notar características individuais e como a luz que o fotógrafo criou para a cena flui sobre esses traços e como isso afeta a textura é o que define os limites a serem respeitados. Uma vez isso observado, é necessário definir a técnica adequada para região a ser retocada. Não me ater a um método apenas me permite mais flexibilidade e criatividade técnica, o que é importante nesse caso. Em se tratando de rosto principalmente é importante ter noção de anatomia, tanto que procurei aprender conceitos básicos de visagismo e para selar o entendimento sobre fotografia de beleza somei a isso noção de maquiagem.

Você possui mais de 20 anos de experiência. Como esses anos de trabalho, muitas vezes com outras técnicas mais “analógicas” de produção, te ajudam na confecção de seus atuais projetos?

Ter trabalhado em gráfica nos meus 14 anos de idade apenas, numa época em que era digital  não existia, onde as letras impressas eram montadas uma a uma no que era chamado tipografia, nesse processo analógico eu conheci os conceitos mais básicos da formação das cores. Isso é sempre claro na minha mente quando misturo “tintas” no Selective Colors do Photoshop. Parece pouco, mas o entendimento de cores e como ela afeta nossa visão sobre uma imagem sempre me cativou, pois cor acrescenta sentimento a nossa percepção, e na construção do arquivo somado à luminosidade nos dá o volume. Isso sempre me faz lembrar do tempo em que eu pesava tintas e as misturava em uma latinha para formar a cor que o cliente pedia. Isso parece que não mudou muito, apenas ficou digital.

editorial_beleza_1205

Tales Henn

Atuou por mais de 20 anos no setor gráfico passando por vários setores desde tipografia, impressão, design, diagramação e por fim como arte finalista. Prestou serviços por 10 anos como web designer e por 5 anos como fotógrafo de produtos e gastronomia. Desde 2012, atua em Santa Maria/RS exclusivamente como retocador digital, prestando serviços de pós-produção nas áreas de beleza, moda, fotografia comercial, além de retratos e books para estúdios fotográficos. Seus trabalhos são produzidos para clientes de diversos estados Brasileiros, além de clientes do Japão, Portugal e Espanha. Presta consultoria e treinamento focado em tratamento de pele e produtividade por meio de workshop, aula individual online ou presencial.

O Photoshop Conference

Considerado o maior momento de Photoshop no ano, o Photoshop Conference acontece nos dias 22, 23 e 24 de maio no Teatro Shopping Iguatemi, em Campinas. O evento mantém características aprovadas todo ano pelos participantes. Um deles é o debate do Photoshop enquanto negócio, promovido dentro do Photoshop Business Meeting.

Conhecido por revelar talentos, o Adrenalina Pura terá uma nova edição no Photoshop Conference 2017. O Espaço de Exposição também estará presente, com importantes players da área de fotografia e design mostrando produtos e soluções para facilitar a vida do profissional de imagem.

O Photoshop Conference é promovido pelo Grupo PhotoPro, com realização da APS Feiras & Eventos. A iniciativa tem patrocínio da Canon e Adobe. Os apoiadores do Photoshop Conference são: PhotoPocket, Grupo Luz, Creative Pro, Design CafeínadoPublicitários Criativos e Amarelo Criativo.

01/02/2017

Deixe sua mensagem

©Copyright - Todas as marcas utilizadas neste site são propriedade a seus respectivos fabricantes. Telefone: (0xx11) 4013-7979 - E-mail